sábado, 22 de novembro de 2008

Perdão?

As vezes dizer o q se pensa...
pode fazer o seu dia, o seu ano ou a sua vida algo muito melhor... Como sempre agi por impulso me arrependi diversas vezes por ter dito o pensava, quando na verdade, foi o melhor q pude fazer naquele momento. Se vc soubesse o quanto me arrependi d tê-lo trocado por alguém q nunca sequer me quis, exceto naquela noite em q não se tinha ninguem melhor p/ ficar... Ou q me arrependo d não ter entendido q o seu silêncio era o modo d dizer q me amava. Que o modo d me beijar sem jeito e com os lábios trêmulos era o modo d demonstrar carinho. Quando vc disse q não se importava, q me perdoava por tdas as sacanagens feitas, pensei: "poxa, ele não tem amor própio??" e só dpois d muito tempo fui entender q esse era o seu modo d se dar valor: perdoando os outros e escolhendo aquilo q te faria feliz. Fiquei um ano ou mais sofrendo a toa por alguém q não me queria, sem perceber q mesmo dpois d td, vc ainda me cumprimentava e dizia coisas q eram boas d escutar, como: "Você uma pessoa muito legal, nina" , "Vc faz falta". *Hoje quando t beijei, percebi q seu beijo havia mudado, não estava tímido como antes... posso até dizer q vc esta experiente, ou então q não fica mais tão nervoso quanto ficava quando eu me aproximava... Tinha esquecido o quanto é bom estar com vc, tinha esquecido q o seu sorriso me fazia sorrir, e esquecido q são nas coisas mais simples q se atribuem grandes valores. Quando vc diz q não quer se prender entendo seu medo d ser machucado novamente por mim, mas posso t garantir q não me iludo mais e muito menos, me atraio por coisas q não posso ter.

Isso foi antes! ;)
te amo, e disso tenho certeza.

Nenhum comentário:

Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
"Sou somente uma alma em tentação, Em rota de colisão. Deslocada, estranha e aqui presente." Lenine (fere e rente)