segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Na cabeça dos outros eu poderia ter feito diferente... Mas eu sempre posso fazer diferente.
Quando eu não faço nada, "porra, nina... vc é tão novinha, tem q curtir, se cobrar menos" e blábláblá...
E quando eu faço: "achei q vc fosse mais madura", uma frieza, uma certa raivinha no olhar e tds me julgando por eu estar feliz.
Pois é, to feliz... não me arrependo de nada. Aredito q ela não mereça isso, nem eu... mas cara, eu não posso ficar me lamentando dpois d feito.

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Be Free- Birdy

The rain falls, to the ground
So much harder when you're not around
‘Cause my love for you
Is so strong
But is yours really true?
You said you loved me
But my heart still says we're through
I'm feeling sorrow
But there's nothing I can do
You can do what you want, baby
‘Cause I am leaving you
You can do what you want, baby
‘Cause I am leaving you
You can do what you want, baby
‘Cause I am leaving you
Leaving you
For someone who will love me true
You don't love me
But you won't let us be apart
It's because you know
It will break my heart
But all the while
You're still unhappy
So desperate to be free
And because I love you, baby
I have to let you be
So be free
I'll let you go
I only said these things because I love you so
So, be free
I'll let you go
I know that when you're gone
I'm gonna miss you so
The rain falls to the ground
So much harder now you're not around

Ela escreveu isso com doze, treze anos. E depois minha mãe trata meus sentimentos com pouco caso, como se o fato de eu ter apenas 18 anos quisesse dizer que eu não sou capaz de sentir. Irônico.
Sabe qual foi a melhor coisa que você já fez por mim? De todos os nossos momentos, o melhor?
Foi um dia que vc foi ver a peça de teatro em que eu estava apresentando, lembra?
Eu só mandei um torpedo, mandando vc estar lá, e quando as luzes se apagaram te procurei, olhava para a porta, eu começava na platéia lembro bem. Aí você apareceu sentou ao meu lado e me beijou com tamanha doçura e perguntou: "Você não deveria estar lá?" apontando para o palco. Eu apresentei o espetáculo todo com lágrimas nos olhos, me contaminei com a emoção de saber que mesmo depois de tudo, de todas as brigas, de todas as reviravoltas, você estava lá, num dos momentos mais essenciais da minha vida. E retocando a maquiagem, na correria entre cochia/palco/camarim, eu senti, senti de novo. Senti que eu estava muito feliz em só poder te amar, e que o que eu sentia, você poderia sentir. Uma prova disso era você na platéia, esperando acabar para me beijar de novo.

pq vc tem q ser uma bruxa cmg?
sério. eu não consigo mais t amar e me sinto um monstro sabendo disso.

domingo, 17 de julho de 2011

VERDADE.

Tá, deu... Que merda.
Eu busco vc, e dai? Sim, eu realmente procuro por vc nas minhas coisas, penso em q roupa vestir pensando na possibilidade d t ver, leio meus livros pensando em quanto tempo posso ficar sem pensar em vc, como muito pq a maior parte do tempo estou extremamente ansiosa com a possibilidade d apenas t encontrar. Quando me maquio fico torcendo p/ vc não me ver daquela maneira, afinal, vc me odiaria. Escuto suas musicas, suas não, as q vc gosta. vou a lugares q vc costuma ir, ligo para seus amigos e passo horas na internet fuçando sua vida. Sou obcecada por vc. Doente por vc. Choro por vc no mínimo uma vez por dia. Todos os dias. Brigo com meus verdadeiros amigos por vc. Eles não entendem.
E quando encontro alguém legal disposto a ser td q eu seria por vc, eu o machuco, o máximo q posso, p/ ele ver como é ruim ser eu.
Meu coração para d bater por alguns segundos quando nossos olhos se encontram e eu tenho evitado t olhar faz\ um tempo. Mas agora q estou admitindo, vou falar td.
Sério, eu odeio ela. E como vc pode ter levado ela até sua casa, vc nem gosta dela, é ridiculo. Vc não me beijaria se gostasse dela mesmo. Se vc tivesse o amor da sua vida como namorada pq beijaria uma ex? Ah fala a real! Vc ainda me quer, e só me quer pq eu tô fingindo q não t quero mais. Pq tda vez q vc tenta algo eu t bato, falo sobre ela e finjo q tô brava ou q t acho uma piada. Mas eu faço artes cênicas, estudo para ser atriz desde q me entendo por gente e vc sabe disso melhor do q ninguém. Sabe q eu vesti uma armadura intrasponível, q eu consigo agir d mil maneiras com vc, e q desde q terminamos pela primeira vez, aquela vez séria, eu nunca mais consegui ser eu mesma com vc. E eu amava o fato d nunca ter q mentir, d poder ser uma boba, infantil e chorona, pq vc sempre ia rir d mim me abraçar e fazer tudo ficar bem. E hoje eu finjo, interpreto e minto q na verdade eu não acredito no amor, q nunca acreditei em nós dois e q eu t acho um palhaço.
Na verdade, eu t acho um dos caras mais admiraveis no mundo, nunca se preocupando com o que pensam de vc, sempre em busca do q vc quer, tem os olhos lindos, é divertido e tem mãos pequenas e ágeis. É vocalista d uma banda, investe em tatuagens, faz o tipo q é "viciado em sexo", mas no fundo eu sei q vc adorava bem mais dormir nos meus braços. Gosta d apelidos bobos, e faz questão d q eu continue para sempre apaixonada por vc. É, vc já me disse q eu te conheço bem, e é verdade. Eu te conheço tão bem q sei q td q vc tá fazendo agora é p/ continuar com a sua fama d babaca, só está beijando ela e sendo gentil para mais tarde dizer a ela algo estúpido e cair fora, é como vc é... Não consegue, tem q manter a fama d mal. E tbm vai traí-la. Na minha opinião já traiu com os poucos beijos trocados por nós, rápidos, vergonhosos e eu sempre mantendo a personagem d q estou apenas brincando.
Odeio t amar e odeio admitir q eu t amo. Mas já acostumei. Acostumei com essa ausência tua.
Sei q um dia, vc vai voltar p/ mim, como sempre volta e eu vou continuar fingindo, até ter certeza d q "agora é pra valer". Aí vou mostrar o quanto t amei, amo e amarei. E vc não vai se assustar, nem se sentir sufocado, mas sim aliviado, por não ter perdindo teu tempo em vão.

sábado, 16 de julho de 2011

Eu queria, mas doía tanto... mas eu queria. E eu sorri?
E eu segurei seu rosto com minhas duas mãos, eu estava ofegante e você também. Eu olhei em seus olhos, nos olhamos por um mísero instante. Eu estava em cima de você, e podia sentir sua respiração rápida por todo meu corpo, aqule suspiro q pertencia a nós dois. Com todo amor que eu podia, transbordei. Meus olhos se encheram de lágrimas e meu corpo não repondia mais por mim. Soltei seu rosto e deixei que os movimentos me guiassem, você fechava os olhos e por vezes me encarava, parecia tão sereno, com sua testa franzinda. Apoiava as mão em seus ombros, e pensava"oh meu Deus, eu amo tanto ele". E Deus me entendia, e eu sabia disso, ele entendia que aquele ato em que eu me sentia toda sua, era algo divino, eu não me censurava em gemer, nem podia achar errado pensar em Deus naquele momento. E você só terminava quando eu dizia que podíamos parar, e eu odiava ter q dizer algo. Você cochilava em meu colo, ambos aninhados no sofá de seus pais, eu insegura que eles tivessem chego e ouvido algo. O orgulho de estar nos braços de alguém como você me mantinha ali e eu orava: "Deus, faça com que isso não acabe, não tão cedo". Juro que acreditei no "p/ sempre".

domingo, 24 de abril de 2011

Quando eu irei realmente falar a verdade?
Como falar se você não merece ouví-la e eu não mereço dizê-la?
Você faria pouco caso dela, no máximo a usaria para levantar a sua auto estima.
Eu me sentiria corajosa e depois derrotada, sentiria q mais uma vez caí a seus pés para dizer algo q no fundo vc sempre soube e sempre usou a seu favor.
Como admitir para mim mesma essa verdade todos os dias e continuar feliz com o q tenho no momento? Como curtir minha atual posição sem usar essa posição para fugir d vc?
Como poder te abraçar e ainda assim, não lamentar?
Como responder essas perguntas sem refletir o bastante sobre tudo isso a ponto de cair em lágrimas mais uma milhonésima vez?

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Eu não imaginaria nós dando um ponto final em nossa história se não da forma como acabou.
Dúvidas, coração acelerado, ofegantes, olhares evitados e um clima d que talvez tenhamos cometido o pior erro de nossas vidas. Mas ao mesmo tempo quase satisfeitos em termos ajeitado dessa forma.
Desculpa, eu queria e não queria ter feito isso.
Por você eu faria d novo, por você eu não faria nunca mais.
Por você, por você...
E por mim... eu te apagaria e te desenharia d novo, como meu amigo apenas, juro.
Posso dormir feliz, será?

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

I let my music take me where my heart wants to go

The Wind - Cat Stevens ♥


I listen to the wind
to the wind of my soul
Where I'll end up well I think,
only God really knows
I've sat upon the setting sun
But never, never never never
I never wanted water once
No, never, never, never

I listen to my words but
they fall far below
I let my music take me where
my heart wants to go
I swam upon the devil's lake
But never, never never never
I'll never make the same mistake
No, never, never, never


quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

*fuck this fucking fuck

-Nina diz:
não quero mais nada com ele não

Lipe diz:
sério?

-Nina diz:
sério
chega, desisti dele
gosto dele, demais
amo ele, posso dizer
esperaria mil anos por ele
mas se ele não é capaz d me amar
é pq não merece meu amor
então, eu vou estar perdendo meu tempo

Lipe diz:
é, vc tem razão
ja falei isso, e vc deve achar q é só pra te fazer bem ou charme
mas só quero o teu bem
é a mesma coisa
q eu falo
pra lari, rafa e etc...
tipo
só não deixando as amizades de lado
vc pode ser egoista :X

-Nina diz:
claro q se um dia rolar
rolou
e eu vou ficar feliz
mas não vou mais ansiar por isso
posso querer outras coisas, determinar metas e ser feliz
sem esperar nada, me surpreendo mais facilmente

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Let's say the things that we never said

Bom, vamos começar do começo.
Quando te conheci, já te contei isso, não fui com a sua cara.
Afinal estavas namorando o amor da vida da minha melhor amiga, era natural eu não gostar de você. Mas hoje vejo q a única coisa q eu sabia a seu respeito era o seu nome.
Não sabia que eras o melhor amigo do garoto pelo qual eu fora apaixonada a vida toda, afinal, chegara em Floripa em 2009.
Mas quando tudo aconteceu, aquela tal noite da virada, o início de 2010 com um abraço teu, mesmo você sendo tão desconhecido... Estando presente num dos momentos mais perfeitos da minha vida, você passou a ser associado a horas felizes e memórias íntimas.
Estavas sempre lá, tocando violão, dando música e sentido aos meus beijos sem sentido no B*.
Eu jurava que ganhava um amigo ali.
Meu carinho por você cresceu, meu romance acabou, e nós nos afastamos.
Nada mais natural, afinal vc era ex da ex da minha melhor amiga, e eu ex do seu melhor amigo.
E o pior, para nenhum de nós dois o sentimento havia morrido.
Encontrávamo-nos casualmente, porque querendo ou não, vivemos em um lugar pequeno cheio de pessoas comuns. E sempre um carinho renascia em mim. Em você, eu via só educação.
Você me olhava a maioria das vezes com pena... Afinal, todos sabiam q ele acabara comigo, q foi ele quem jogou tudo no lixo.
E por diversas vezes me desse os melhores conselhos.
E o carinho cresceu, e se transformou em um sentimento indefinido.
Falar com você se tornava uma necessidade mais forte a cada dia que passava.
Eu achando isso totalmente compreensível, ignorava.
Precisava te ver, e assim fui saindo com você, tentando conquistar sua confiança.
Juro, de todo coração, que foi tudo na inocência. Meus amigos diziam q formávamos um belo par, eu concordava e por dentro desejava isso, mas quando t via, gostava tanto de ser tua amiga que tinha medo d teperder por caprichos e opiniões alheias.
E assim, fui levada pela confusão... Chorava pelo B*, e te desejava, desejava ouvir suas histórias, desejava beijar você, desejava estar longe de td q me lembrasse ele...
Confusa, fui embora. Desejando que quando eu voltasse, conseguisse ser sua amiga de verdade. Que minha cabeça estivesse no lugar e você estivesse no lugar certo, ao meu lado.
Quado voltei amei t ver, amei ser tua amiga, quando comentasse sobre minha frieza as vezes, percebi q eu me controlava, me escondia de td q eu sentia. Quando te flei do meu medo d errar, você deve ter ficado na dúvida sobre o que eu estava falando.
Enfim, eu senti q estava perdidamente apaixonada, tentei disfarçar e quanto mais tempo passávamos juntos, mais eu tentava me enganar dizendo q todos os toques eram d irmão p/ irmão...
Desculpa... eu sei que não adianta dizer... mas...
Em nossa situação complicada, eu não te peço nada, apenas q não me julgue da pior forma.
Juro q um dia riremos dessa minha paixão por você.
Não quero t pedir para tentar nada comigo pois acho q não suportaria chorar por outra pessoa mais uma vez.
Prefiro pensar que não damos certo porque não tentamos, medo d arriscar.
Entendo sua situação: pertenci durante um ano inteiro ao seu melhor amigo e vc ainda ama ela.
Então... sem chances p/ mim...
Também não faço seu tipo...
HAUHAUHUAHUAHUAHUA
vamos nos afastar? fingir q eu não disse nada? ou... vamos pensar q se tiver q acontecer acontecerá?
quem sabe bêbados?

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

(nao aceita)

senti vontade de escrever pra voce... eu sei o que voce me acha um mentiroso. e de fato, eu sou. infelizmente, modestia a parte, mentir eh uma coisa que eu faco bem. eh bem inutil o que eu to tentando fazer aqui, mas tudo bem. eu soh nao quero que voce pense (e eu sei que pensa) que eu nunca gostei de voce. eu gostei MUITO de voce. uma coisa que voce sabia fazer muito bem, era me desarmar com o seu jeito meigo de tolerar tudo o que eu fazia. eu lembro que eu me senti um lixo quando voce veio me entregar aqueles biscoitos. senti que eu nao era digno dos seus esforcos. tanto que uma vez, eu lembro muito bem que eu te disse "Nina, acho que voce faz muito por mim. acho que voce nao devia vir todo dia a pe da sua casa ate aqui soh pra me ver"...
...sempre percebi o quanto eu era pau no cu. mas nao me culpo por isso, porque homem eh feito pra ser escroto mesmo. penso todo dia naqueles dias que tive com voce. lembro de todos. os que eu mais gostei, foram os que eu fiquei deitado no seu colo no sofa, assistindo Padrinhos Magicos e Bob Esponja. eu duvido que alguem ja tenha tido alguem tao perfeita quanto voce.

vamos esclarecer as coisas de uma vez por todas:

meu erro: ter feito voce voltar comigo umas 3 vezes. comecou a ficar forcado o clima entre a gente. nunca consegui trazer de volta aquela harmonia que a gente tinha.
seu erro: ter sido muito legal comigo. nao eh bem um erro... mas se voce tivesse brigado mais comigo e feito eu ir atras algumas vezes, seria melhor. eu adorava brigar com voce, porque depois eu tinha que fazer as pazes, e ai multiplicava o meu amor por voce
desculpa. a minha primeira desculpa sincera

voce eh a unica menina que eu conheci que nao eh futil, eh extramamente amorosa, sincera, tem as melhores expressoes faciais do mundo (quando ameaca chorar mesmo... fica mais linda ainda), sabe no fundo quem eu realmente sou e me conhece muito bem. e alem de tudo, nao menos importante, ainda eh gostosa

lembra que eu sempre acordava com uns sustos quando a gente dava aquela cochilada pos sexo? sempre lembro disso hauhauha

um dia voce vai ser tao bondosa e paciente como Jesus e vai me aceitar de volta. e quando esse dia chegar, eu quero que voce seja tao terrivel comigo como eu fui contigo. tipo um jogo, ta? o jogo do Superar O Filho Da Puta Do Bruno. ai, eu prometo que vai tudo vai dar certo

faria 1 ano agora.




Seguidores

Quem sou eu

Minha foto
"Sou somente uma alma em tentação, Em rota de colisão. Deslocada, estranha e aqui presente." Lenine (fere e rente)